Manifesto contra a violação dos direitos humanos das Crianças e Adolescentes

A Federação Psicanalítica da América Latina – Fepal, representada pela sua Comissão de Crianças e Adolescentes, deseja expressar publicamente seu repúdio e indignação ante o descaso e afronta aos direitos humanos de crianças e jovens latino-americanos. Desde crianças abandonadas que circulam invisíveis pelas ruas ou institucionalizadas com cuidados deficitários, até uma grande diversidade de situações trágicas, tais como:

– Crianças que perderam a vida, familiares e/ou sua moradia, na cidade brasileira de Brumadinho, Minas Gerais, que foi devastada pelo rompimento de uma barragem, provocado pelo descuido dos responsáveis;
– Crianças aprisionadas, sendo maltratadas, mal alimentadas e adolescentes em detenções arbitrárias massivas, como está acontecendo na Venezuela;
– Crianças como as de Honduras, El Salvador, Guatemala e tantos outros lugares, que são obrigadas a deixar seus países em função de desumanas condições de vida. Imigram com seus familiares na busca de um futuro melhor, sem que encontrem este lugar de acolhimento minimamente digno para viver e que ainda, em algumas circunstâncias, são separadas de seus pais.

Situações traumáticas como estas podem ser a raiz de profundas perturbações emocionais futuras.  A ganância e o descaso do homem terminam por afetar valores humanos que sustentam a dignidade de todos os cidadãos, atingindo mais drasticamente às crianças pela natureza de sua vulnerabilidade. A falha do cumprimento do cuidado na infância configura um crime, frente a qual a neutralidade tem subjacente a cumplicidade. A ética e a prática da psicanálise, centrada em princípios de valorização humana, nos leva a pronunciar-nos sobre qualquer situação em que a dignidade, o respeito e os direitos humanos não estejam garantidos, particularmente em situações em que os afetados sejam as crianças, os adolescentes e suas famílias.

Diretoria da Fepal

Sociedad Iberoaméricana de Salud Mental en Internet

Código de Ética de SISMI

Federación Psicoanalítica de América Latina.
Está en conformidad con el Código de Ética de SISMI
Nº de Acreditación: 54079 | Fecha de Acreditación: 2 de Septiembre de 2011

SEDE PERMANENTE

LUIS B. CAVIA 2640 APTO. 603
MONTEVIDEO 11300, URUGUAY
INFO@FEPAL.ORG
TEL. / FAX: (598 2) 707 5026
WhatsApp: +598 92 19 19 99

Leia Mais
Novo site da Revista CALIBÁN!!