Conselho Profissional – Iniciativas em curso

Supervisões

A supervisão continuou sem nenhum custo econômico, envolvendo tanto os membros quanto os analistas em treinamento na Fepal-Ocal. O primeiro começou em fevereiro e o segundo em julho, tivemos 97 solicitações de supervisionados e 7 supervisores. 9 grupos foram formados, graças ao apoio e divulgação feitos pela OCAL. Termina em dezembro. É importante levar em conta que os grupos são formados a partir dos horários que são oferecidos e não dos nomes dos supervisores, são uma forma de criar laços de troca profissionais dentro da corporação do psicanalista, justamente para favorecer um espaço de encontro. onde, sem preconceitos, os membros fazem um intercâmbio científico e humano, estabelecendo assim novos laços.

Pesquisa sobre migrações.

Em consonância com alguns dos objetivos do Conselho Profissional, como oferecer orientação, assistência e intermediação a todos os membros da Fepal, é muito importante conhecermos as razões pelas quais tiveram que migrar para outro país ou região pensando que talvez precisa de informações sobre a federação ou associações. Então, no mês de agosto eles serão enviados para os presidentes e secretários das associações do Fepal, uma pesquisa que nos permite ter uma clareza mais objetiva sobre o movimento de analistas. É absolutamente anônimo e apenas para fins estatísticos que nos permitem conhecer melhor os movimentos que são gerados na América Latina.

Interregional do México

Durante três meses, fazemos parte do comitê organizador dos Adultos Inter-regionais e da Comunidade e Cultura, o Conselho Profissional participará como uma ponte e apoio para isso.

Código de Ética

Continua o trabalho de reflexão sobre um Código de Ética para a Fepal, para que haja, paralelamente aos Estatutos, uma normatividade geral. Um código de ética engloba tanto a ética normativa (o que fazer e o que não fazer) como a ética das virtudes (que atributos um analista ou uma associação deve ter) Em outras palavras, detalha parâmetros de comportamento profissional, acadêmico e científico. Esses parâmetros servem para manter um padrão de comportamento e são úteis para orientar o indivíduo ou associações em situações particulares. Espera-se que este código delimite a responsabilidade profissional, a fim de proteger o analista e seus pacientes, e as instituições que pertencem a uma federação; indica também os procedimentos a seguir em caso de transgressão.

Sociedad Iberoaméricana de Salud Mental en Internet

Código de Ética de SISMI

Federación Psicoanalítica de América Latina.
Está en conformidad con el Código de Ética de SISMI
Nº de Acreditación: 54079 | Fecha de Acreditación: 2 de Septiembre de 2011

SEDE PERMANENTE

LUIS B. CAVIA 2640 APTO. 603
MONTEVIDEO 11300, URUGUAY
INFO@FEPAL.ORG
TEL. / FAX: (598 2) 707 5026
WhatsApp: +598 92 19 19 99

Leia Mais
Psicoterapia desde una perspectiva vincular. Diseño de una guía clínica
X