Agustín Barrios

Agustín Pío Barrios (1885 – 1944) foi um violonista clássico paraguaio e compositor de origem guaraní.

Também conhecido como “Mangoré”, ele tomou o nome de um Cacique Guarani da tribo Timbú.

Barrios nasceu apenas 15 anos após o fim da guerra contra a Tripla Aliança e o Paraguai estava em meio à reconstrução. Barrios foi capaz de superar todos os obstáculos com sua música e criatividade.

Os críticos internacionais o descreveram como um dos maiores concertistas do mundo e o chamaram de “o mágico do violão”.

Barrios é história e presença. Ele intensifica os valores e sentimentos da cultura paraguaia, a ponto de torná-los universais.

Nesta ocasião, uma emocionante apresentação de Berta Rojas (Paraguai), Paquito D’Rivera (Cuba), Luis Szarán e os jovens músicos de “Ensamble H2O” (Paraguai) interpretam uma versão de “Danza Paraguaya” de Agustín Barrios. O compositor paraguaio pega a dança típica de seu país e a transforma em um marco histórico.

A particularidade desta apresentação é que é uma orquestra de jovens cujos instrumentos nasceram do lixo. Elas são feitas de materiais reciclados, tais como garrafas plásticas, tubos, mangueiras, funis, etc., com o objetivo de aumentar a consciência sobre o cuidado e o uso racional da água.

Sociedad Iberoaméricana de Salud Mental en Internet

Código de Ética de SISMI

Federación Psicoanalítica de América Latina.
Está en conformidad con el Código de Ética de SISMI
Nº de Acreditación: 54079 | Fecha de Acreditación: 2 de Septiembre de 2011

SEDE PERMANENTE

LUIS B. CAVIA 2640 APTO. 603
MONTEVIDEO 11300, URUGUAY
INFO@FEPAL.ORG
TEL. / FAX: (598 2) 707 5026
WhatsApp: +598 92 19 19 99

Leia Mais
Couchsurfing in Buenos Aires
X